Parto Normal X Parto Cesárea

O interminável debate a cerca dos dois tipos de parto (Normal X Cesárea) é angustiante para algumas mães. Só mais uma discussão de tema polêmico em que talvez a Verdade, O Bem, O Melhor jamais vencerá, e sim o mais forte, o capital. Enfim, esse tema envolve muitos aspectos delicados e complexos. Ontem saiu a reportagem sobre a Desvalorização do Parto Normal, muito legal, vale a pena dar uma olhada: http://noticias.br.msn.com/brasil/desvalorizacao-do-parto-normal-torna-o-brasil-lider-mundial-de-cesareas

Na primeira gestação, batalhei, segui à risca o cronograma e regras rígidas para atender o script da obstetra por um parto normal. Quando foi na hora H, ….meu parto teve que ser Cesárea para não por risco à minha bebê. Se um profissional, estudado, pós graduado, entendido do assunto fala isso para uma mãe (como eu), quem discordará?? Eu não sou formada na área médica, conheço somente por leitura, jornais, fóruns mas julgo ser um conhecimento insuficiente para tomar uma decisão em que a Vida de uma pessoa está em jogo, ou de duas, no caso eu mesma e minha filha.

Se há uma indústria da cesária, uma falta de Humanidade na classe médica, teremos que questionar e unir forças muito forte mesmo para reverter este quadro. Ainda assim,…não sei se o sucesso é certo!

Muita Força e Boa Sorte para mamães que levam a diante sua opção pelo Parto Normal! E Parabéns para as que conseguem vencer e atingir este objetivo!

 

Para refletir!

 

 

APGAR – Você sabe o que é isso?

Este consiste num índice que indica o estado geral de seu bebê imediatamente ao nascer. Abaixo segue uma explicação mais técnica extraída do Wikipédia.

É interessante nós mamães ficarmos atentas ao índice e questionar nossos médicos sobre eles, porque não é prática sua divulgação aqui no Estado. E é de extrema importância para que seja proporcionado o imediato tratamento adequado ao bebê e posteriormente também.

Texto abaixo extraído de: http://pt.wikipedia.org/wiki/Escala_de_Apgar

“A Escala ou Índice de Apgar é um teste desenvolvido pela Dra. Virginia Apgar, médica norte-americana, que consiste na avaliação de 5 sinais objetivos do recém-nascido no primeiro, no quinto e no décimo minuto após o nascimento, atribuindo-se a cada um dos sinais uma pontuação de 0 a 2, sendo utilizado para avaliar as condições dos recém-nascidos. Os sinais avaliados são: freqüência cardíaca, respiração, tónus muscular, irritabilidade reflexa e cor da pele. O somatório da pontuação (no mínimo zero e no máximo dez) resultará no Índice de Apgar e o recém-nascido será classificado como sem asfixia (Apgar 8 a 10), com asfixia leve (Apgar 5 a 7),com asfixia moderada (Apgar 3 a 4) e com asfixia grave: Apgar 0 a 2.

No momento do nascimento, este índice é útil como parâmetro para avaliar as condições do recém-nascido e orientar nas medidas a serem tomadas quando necessárias. As notas obtidas nos primeiro e quinto minutos são registradas no “Cartão da Criança” e nos permitem identificar posteriormente as condições de nascimento desta criança (se ela nasceu sem asfixia ou com asfixia leve, moderada ou grave).

Quando o bebê nasce, iniciamos a contagem do tempo e avaliamos o índice de Apgar no primeiro e no quinto minutos de vida da criança.

É o método mais comumente empregado para avaliar o ajuste imediato do recém-nascido à vida extra-uterina, avaliando suas condições de vitalidade. Para cada um dos 5 itens é atribuída uma nota de 0 a 2. Somam-se as notas de cada item e temos o total, que pode dar uma nota mínima de 0 e máxima de 10. Uma nota de 8 a 10, presente em cerca de 90% dos recém-nascidos significa que o bebê nasceu em ótimas condições. Uma nota 7 significa que o bebê teve uma dificuldade leve. De 4 a 6, traduz uma dificuldade de grau moderado, e de 0 a 3 uma dificuldade de ordem grave. Se estas dificuldades persistirem durante alguns minutos sem tratamento, pode levar a alterações metabólicas no organismo do bebê gerando uma situação potencialmente perigosa, a chamada anóxia (falta de oxigenação). O boletim Apgar de primeiro minuto é considerado como um diagnóstico da situação presente, índice que pode traduzir sinal de asfixia e da necessidade de ventilação mecânica. Já o Apgar de quinto minuto e o de décimo minuto são considerados mais acurados, levando ao prognóstico da saúde neurológica da criança (seqüela neurológica ou morte).

Tabela para cálculo do índice
Pontos 0 1 2
Freqüência cardíaca Ausente <100/min >100/min
Respiração Ausente Irregular/Bradipnéia Forte/Choro
Tônus muscular Flácido Flexão de pernas e braços Movimento ativo/Boa flexão
Cor Cianose Central/Palidez Cianose de extremidades Rosado
Irritabilidade Reflexa ao Cateter Nasal Ausente Algum movimento/Careta Espirros/Choro
Ícone de esboço .

Amazon Golf Resort

Para alegrar o fim de semana, mais uma opção na cidade, o Amazon Golf Resort.

Excelente infra-estrutura, opções de laser, passeios pela floresta, Rio Negro, encontro das águas, animadores infantis, spa, espaço kids, copa infantil, wi-fi, comida boa, ambiente muito agradável e seguro para nossos pequenos e para relaxar.

Mas como temos um ponto fraco crônico na região, o atendimento …é muito ruim. Falta cordialidade, educação, conhecimento sobre os próprios serviços que o Resort presta. É possível que você saiba mais sobre isso que um dos atendentes de lá. O atendimento do Bar Man da piscina…péssimo, de um mau-humor impressionante.

Porém, ainda indico o local para ir com a família se divertir. Vale a pena.

Bom fim de semana!

foto

Lista para Maternidade

Lista da Mamãe

01 Pacote de absorventes

01 Pacote de chinelos de borrachas

04 Calcinhas (altura do umbigo)

01 Cinta (aberta nas laterais e embaixo)

01 Roupa saída do Hospital

02 Camisolas, Pijamas, babydoll

02 Sutiãs Amamentação

01 Par de conchas para seios

01 escova de Dentes

01 Pasta de Dente

01 Escova de cabelo

Produtos de Higiene (Shampoo, sabonete, hidratante, etc)

Para o Bebê

04 Bodys

04 Cueiros

01 Par de sapatinhos

01 Manta

01 Toalhinha de Boca

02 Pares de Luva

03 Toalhas Fralda

02 Toalhas de Banho

01 Escova de Cabelo

01 Enfeite de Porta

Produtos de Higiene do Bebê ( shampoo, sabonete, pomada para assadura, fralda descartável tamanho RN e P)

Se a maternidade for em Manaus, acrescente a sua mala: Roupa de Cama e Toalhas, travesseiros, e se duvidar até sua alimentação).

Por que Amamentar?

Para este gesto de Amor, o casal precisa acreditar no ato de Amamentar. É importante que ambos conheçam a importância do ato, as transformações no corpo da mulher e as mudanças que ocorrem. O leite materno é o melhor alimento para a criança em seus primeiros dias de vida. E deve ser exclusivo desde o nascimento até os 6 meses, quando inicia-se a administração dos alimentos aos poucos.

São inúmeras as vantagens do Aleitamento Materno:

Para a mãe, ela se beneficiará com a involução uterina após o parto; redução de seu peso corporal; redução da probabilidade de câncer de mama; e maior ligação física, psicológica e afetiva com seu bebê;

Para os bebês, eles estarão protegidos contra doenças infecciosas, alérgicas, neoplasias, desnutrição, problemas motores e orais; e maior ligação física, psicológica e afetiva com a mamãe;

Para a família, maior economia e união entre pais e filhos.

O leite materno apresenta algumas classificações:

Colostro: consiste na primeira secreção das glândulas mamárias, na primeira semana pós-parto. Tem cor amarelada, cheiro forte e pegajoso. É o mais importante e rico para a criança, conhecido como uma vacina para o bebê, onde a mamãe imunizará seu bebê contra doenças e o fortalecerá para receber seu primeiro alimento.

Leite de Transição: Contém alto teor de proteínas, maior lactose, vitaminas, minerais e gordura. Começa a deixar a aparência amarelada e grossa, pela coloração branca e mais fina.

Leite Maduro: É branquinho, contém todos os elementos de proteção contra infecções e os nutrientes necessários para o crescimento e desenvolvimento da criança.

Leite do final: Apresenta mais gordura.

Como funcionam as Mamas?

O estímulo da sucção do bebê, faz com que o cérebro libere prolactina e ocitocina, produzindo e liberando o leite. É a sucção pelo bebê que estimulará a produção e manterá esta produção de leite.

Nos primeiros dias pós-parto as mamas produzem somente o colostro. Do 2º dia até o 6º dia pode ocorrer a APOJADURA (descida do leite). Onde as mamas ficam quentes, dobram de tamanho, ficam doloridas e endurecidas. Em alguns casos, do 7º ao 10º dia, a produção de leite ainda é superior à necessidade do bebê, o que pode levar ao aparecimento de traumas e problemas com as mamas. Como ingurgitamento mamário e traumas nos mamilos.

Como cuidar das mamas?

Na gestação, não utilize cremes/óleos hidratantes nos mamilos, somente na pele da mama, mamilos Não! Exponha seus mamilos ao sol diariamente.

No pós-parto, ofereça o peito ao bebê assim que o receber, este simples ato já estimula a produção e aumento o laço afetivo; lave as mãos com água e sabão após a troca de fraldas, antes de amamentar ou tocar as mamas; Não limpe seus mamilos com nenhum produto, o banho diário e sutiã já é suficiente; massageie e ordenhe suas mamas antes de amamentar; Posicione corretamente seu bebê para mamar.

Qual a posição correta para amamentar?

O bebê deve ser colocado com o corpo ereto, leve o bebê até sua mama, e não a mama ao bebê;

A barriga da mamãe deve ficar de frente para a barriga do bebê;

A cabeça do bebê deve apoiar-se na articulação do braço com antebraço da mamãe;

O bebê deve abocanhar toda a aréola ou grande parte dela. o queixinho dele deve encostar na mama da mamãe;

Os lábios do bebê devem ficar para fora, tipo boquinha de peixe;

Para retirar o bebê da mama da mamãe, introduza seu dedo mínimo no cantinho da boca do bebê, delicadamente;

Não deixe que outra mulher amamente seu bebê!

Ingurgitamento mamário consiste num dos principais e usuais problemas da amamentação. Necessita de assistência rápida e de profissional qualificado para prevenir mastites, rachadura dos mamilos, diminuição da produção de leite e o desmame precoce. Sintomas: aumento do volume das mamas, dor, calor, vermelhidão, endurecimento pontuais ou generalizado da mama. O que fazer? procure seu obstetra, enfermeira especialista em amamentação ou alguém do banco de leite. Mantenha-se calma; use sutiã adequado e corretamente para manter firme e suspensas as mamas; massageie e ordenhe a região da aréola antes de amamentar; posicione corretamente seu bebê; Amamente sempre; Não use calor sobre as mamas, pois isto aumenta a produção e o ingurgitamento.

Os traumas mamilares consistem nas rachaduras dos mamilos. Neste caso não use compressa quente/fria; Alterne a posição de amamentar; Massageie a região areolar com a ponta dos dedos indicador e médio em movimentos circulares; Deixe as mamas pegarem sol e arejadas; Não use cremes; verifique a pega de seu bebê se está correta; use concha de proteção até a cura.

Mastite processo inflamatório agudo que pode aparecer na 2ª ou 3ª semana pós-parto. Sintomas: Nódulo duro e vermelhidão nas mamas, febre, calafrios, cafaleia, mal estar e falta de apetite. Procure urgentemente seu médico; mantenha a amamentação sob livre demanda e massageando sempre as mamas.

Tempo de mamada: varia de bebê para bebê. Você com o tempo perceberá quando seu anjinho estará satisfeito, porém em média, de 15 a 20 minutos é a duração de uma mamada. e no máximo 50minutos.

Amamente bastante num peito, em seguida ponha o bebê para arrotar. Na próxima mamada, ofereça a outra mama, da mesma forma.

Em geral, a capacidade de mamar do bebê, fica em torno de 30ml por kg de peso. Podendo variar de criança para criança, isto é só uma base, média.

Cólicas – há uma verdadeira “celeuma” sobre este assunto também. Há quem diga que o problema está no ambiente e não na alimentação da mãe. Enfim,….

Em média, o bebê perde até 10% do seu peso ao nascer. Mas deve recuperar em 10 dias esta perda.

Os bebês podem defecar até 08 vezes ao dia ou até passar 07 dias sem o fazer, ainda é considerado normal.

Para saber se você está amamentando bem, observe se seu bebê dorme bem, o intestino dele funciona bem, e se faz xixi de 05 a 06 vezes ao dia. Isto tudo é um parâmetro, e não uma verdade absoluta, engessada. Ninguém melhor que você, mamãe, para saber se seu bebê está bem, saudável e satisfeito.

Lembre-se: Ansiedade, cansaço, dor, nervosismo prejudicam a produção do leite. Por isso, mantenha-se calma e num ambiente tranquilo, saudável e amoroso.

A massagem das mamas deve ser sempre com os dedos indicadores e médio, em movimentos circulares, no sentido da aréola subindo pela mama, se necessário até embaixo das axilas se houver glândulas ingurgitadas.

Paz de Espírito

O Prazer, a sensação de Paz, Leveza, Tranquilidade, Serenidade, Felicidade são emoções que sentimos quando temos a Paz de Espírito.

Como alcançá-la? É possível?

Sim, é possível.

Porém, cada um de nós a encontra de maneiras diferentes. Afinal, somos da mesma espécie mas pessoas distintas.

Nossos gostos, educação, experiências, meio e personalidade que ditará nossas escolhas rumo à nossa própria Paz de Espírito.

Mas o centro da Paz de Espírito, o caminho para encontrá-la está bem guardado, dentro de cada um de nós. No maior cofre que cada um tem – no seu próprio coração. Somente quando olhamos para nós mesmos, nos respeitamos enquanto pessoa e ser vivo encontramos a Felicidade – Paz de Espírito – O Amor.

Se queres a Paz, não precisa te preparar para a guerra!!! Basta olhar para seu Coração!!! Olhe verdadeiramente para você!

Atendimento em Maternidade em Manaus

Queridas mamães

É com grande pesar que relato esta história vivida por mim, há um mês atrás. Presenciei e vivi coisas absurdas, desumanas e verdadeiro atentado contra a vida e integridade das pessoas.

Meu objetivo com o depoimento abaixo é conscientizar a sociedade Manauara que devemos ter Respeito ao próximo sempre e independente do lugar e situação. Em hospitais, esta deveria ser a diretriz maior das pessoas que ali trabalham.

Acompanhei minha irmã em seu parto, numa grande e famosa maternidade da cidade, infelizmente não citarei. Mas conforme relatos de outras amigas e conhecidas, de fato o atendimento e prestação de serviços desta Maternidade é o pior. O seu parto não foi dos mais fáceis e a mãe teve umas complicações durante a cirurgia. Seu bebê teve que ir para UTI Neonatal e ela teve sua bexiga furada….deixando estes contratempos e absurdo para posterior comentário, voltemos ao atendimento pós-cirúrgico. Considerando o parto difícil, e o “favor de cortarem a bexiga de minha irmã”, de longe percebemos que ela não era uma puérpera comum. Necessitava de cuidados maiores em seu pós-parto. Mas isto não foi observado pela equipe de enfermagem que fez ao se formar um lindo e comovente discurso na sua colação de grau. Muito menos pela famosa e ilustre maternidade construída por médicos de renomes na cidade, que zelam pela vida e também proferiram belíssimos discursos de amor à profissão.

A ala da UTI Neonatal, o corredor dos apartamentos estavam numa poeira tenebrosa, um barulho medonho, pois estava em reforma o andar. Mas tudo em pleno funcionamento. E um vai e vem de trabalhadores da obra, do hospital, visitantes, etc…uma feira e não uma maternidade.

Na sua primeira noite na maternidade, uma enfermeira histérica entra no quarto com uma dose cavalar de grosseria, às 23:30 da noite, exigindo que fosse providenciada a documentação e pagamento da internação do bebê na UTI Neonatal. Ameaçando em tom elevado e agressivo, não dar a medicação necessária ao bebê naquela noite caso necessário. Pois, assim não teria como localizar a criança no sistema da UTI e assim registrar a medicação dada…..Após discutir com minha irmã sobre esta burocracia e desumanidade…falou com o pai da criança e exigiu o mesmo, num tom arrogante, agressivo e criminoso…

Na manhã seguinte, minha irmã com sonda e sangrando mais que uma parturiente normal, teve a grata notícia que não poderiam trocar a roupa da cama. Pois houve um problema com a lavanderia e não tinham roupa limpa para a cama…..e o risco de infecção hospitalar e outros???

Na hora do primeiro banho, uma enfermeira sem nenhum tipo de gentileza ou empatia, ordenou que a mesma levantasse e tomasse seu banho. Ou seja, recebeu uma ordem para tomar um banho sem qualquer acompanhamento de enfermeira. Resultado, a parturiente que não era uma parturiente comum, desmaiou no banho……e aí como ficam as pessoas que a amam? e o recém-nascido não precisa da mãe? e o dinheiro que ela deixou na maternidade? e o respeito ao próximo?

Como minha irmã ficou de sonda, e teve que fazer sua higiene sem qualquer acompanhamento profissional, a sonda saiu do lugar…..e nenhuma enfermeira sabia dizer o porquê? ah a médica é a responsável? ah mas esta também não sabia porque?….. 05 anos de estudo, residência, estágios…etc…

Depois que o bebê foi para a UTI, outra novela. Notícias da criança?…1 vez ao dia e depois de muita insistência….isso deveria ser fato automático, mandatório, no mínimo 03 vezes, e é pouco. Ah a pediatra é responsável, ….prefiro não comentar.

lá pelo 3º dia de internação na UTI Neonatal, resolveram prometer que o bebê iria para o quarto após o almoço para mamar de 03 em 03 hs, sob observação para sua liberação definitiva da UTI. 12hs, 13hs, 14hs…..17hs, 18hs…20:45, eu e minha mãe resolvemos ir até a UTI para saber se estava tudo bem com o bebê, pois o dito pela pediatra não foi realizado. Mas ao chegar lá, um deserto…de repente uma “educadíssima” enfermeiro pergunta: “O que vocês querem?” e diz que vai chamar a responsável, depois de uns 10 minutos de cara feia, isto é normal por aqui, aparece uma “enfermeira” que diz que: ” o bebê não foi porque estava mamando super bem o complemento no copinho……”

Depois desta frase,….fui no chão….não sei em que mundo estamos…não sei qual o futuro desta humanidade….e desta cidade muito menos….

Ouvir e ver coisas que vivi nestes dias foram …. deprimentes…. boa sorte a quem terá que passar por lá…rezem muito porque só Deus nos salva destes monstros….

Depois disso tudo, para fechar com chave de ouro, a pediatra da UTI chega ao quarto, claro que educação a equipe não sabe o que é, e diz que todos os procedimentos necessários estão sendo tomados, que a mãe não se preocupe, que está recebendo muitas visitas e que quando o quarto estiver com menos gente ela conversará com a Mãe….e sai sem responder às perguntas que foram feitas para ela……

E aqui estamos hoje, graças ao meu bom Deus, nosso bebê está bem, em casa. Minha irmã também, apesar de ainda enfrentar umas complicações devido ao corte de sua bexiga…ainda sofre com esta barbeiragem.

Á equipe médica do Hospital e Maternidade, Respeito, Amor ao próximo e Amor à vida, são princípios básico para um bem viver em sociedade, para o seu bem viver espiritual. Vocês estão fazendo um desfavor para a sociedade manauara.

 

Lamento muito!

Esta frase e relato não conseguem passar o vivido e o sentido……